Princesas Vestem Rosa – Uma Crônica da Nova Era.

Autor: Tércio dos Santos

No sábado, eu fui – com minha esposa e filha de 3 anos – comprar um chuveiro elétrico novo. Na fila, logo à minha frente, havia uma garota imensa, de cabelo estranho, calça jeans masculina e camiseta com as mangas dobradas. Claro que já fiquei em estado de alerta. Após me certificar de que em suas mãos não havia nenhum objeto perfurocortante enrolado em jornal, mas apenas um inofensivo e fofinho assento de privada, dei um passo a frente – apenas para poupar minha esposa e filha de uma hipotética manifestação repentina de pelancas – e segui tranquilo, porém atento.  

Na prateleira que acompanhava todo o corredor da fila, possivelmente de forma mais esperta do que maldosa, a loja colocou à venda pelúcias do seu mascote. Um personagem que lembrava o monstro de marshmallow dos Caça Fantasmas, vestido em um macacão azul e boné vermelho. Rápida como ela é, minha filha logo disparou eufórica:

– Papai! Senhor compra para mim?

– Que boneco mais feio – respondi tentando ganhar tempo para pensar em um argumento mais efetivo. Afinal, estava decidido a não deixar a loja levar meu dinheiro em troca de um mascote que, ao meu ver, deveria ser um brinde que você ganharia a cada X reais em compras.

– Ele é lindo, papai – retrucou ela. – Por favorzinho!

Eu olhei para minha esposa e percebi aquele semblante de “você perdeu essa, compra logo esse bonecão para ela vai”. Mas foi aí que, aos 45 minutos do segundo turno, inesperadamente, uma ideia brilhante surgiu. E quando digo brilhante, não é força de expressão não. Se tudo desse certo, além de não comprar aquela pelúcia chinesa, eu educaria minha filha e, o melhor de tudo, mostraria a uma esquerdista que eles podem ter ocupado as universidades, a mídia e todo o resto. Mas uma coisa ainda resistiria por muito tempo: a FA-MÍ-LIA!

– Princesa, o papai não vai comprar porque ele é de menino. 

Como um demônio ouvindo uma oração, o ser abissal girou no próprio eixo e, parecendo incrédula, ficou de costas para o caixa e de frente para mim. Acredito que, antes dela ler a estampa da minha camiseta que dizia “Olavo & Jair & Eu & Opressão”, ela provavelmente percebeu que minha filha estava fantasiada de princesa. Seus olhos pareciam querer saltar das orbitas e eu, claro, continuei a esconjuração.

– Filha, tá vendo que a roupa dele é azul?

– Sim papai!

– Azul é de menino. Se fosse uma boneca, com vestido rosa, o papai compraria para você.

– Azul… é… de… menino – minha filha repetiu parecendo ter entendido.

– Isso, azul é de menino e rosa é de…?

– Meninaaaaaa! – ela completou deixando o papai todo orgulhoso e a filhote de Belzebu fumaçando. 

Eu ja havia me dado por satisfeito, minha filha voltou sua atenção para o celular da mãe e a canhota, como se tivesse aceitado a derrota, havia retornado à sua posição original de costas para nós. Foi aí que a luz sobrenatural da graça, iluminou meus pensamentos e, quase sem pensar, disparei:

– Papai não vai comprar porque ele é de menino. Mas papai estava errado, filha. Ele não é feio não, meu amor. 

– Ele é lindo, papai?

– Sim. Azul e vermelho são cores lindas para meninos. Pois são as cores do tio Trump!

– Tio Truuuuummmmmmpppppp!

Após o grito empolgado, entendendo que aquela pelúcia não era para ela, minha filha voltou sua atenção à tela do smartphone e ficou tranquila. Mas a tinhosa não suportou. Bufando enxofre pelas narinas, ela atirou o assento de privada – que carregava nas mãos – sobre as prateleiras e, antes de sair da fila e ir embora, ganiu:

– Não dá, o Brasil acabou!   

Orgulhosa, minha esposa me abraçou e disse:

– será que a loja vai nos dar um desconto?

– Por que? – perguntei.

– Pelo exorcismo que você acabou de fazer, oras.A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s